O silencioso canto das aves migratórias

O silencioso canto das aves migratórias

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Trazer no olhar o mundo
a alma inteira em imagens
poder ver a cor e a luz
numa noite de escuridão
e ser muitas vezes a
a escuridão em dias
de grande claridade.
Ser um mundo dentro
de um outro mundo.
Não querer sentir no rosto
a imensidão do mar
as horas de um tempo
que não para de passar.
Os anos,os meses
a passagem vertiginosa
nas marcas do corpo.
E o lugar sempre imóvel
da alma intemporal.
São Gonçalves.

1 comentário:

  1. Maria, como é belo o seu blog!
    Delicado em cada detalhe.

    Feliz 2013.

    bjs

    ResponderEliminar